Notícias
Zeocel presente na VIII edição da feira da banana em Angola
cover
06/14/2019

A Zeocel estará presente na feira da banana em Angola que decorrerá entre os dias 21 e 23 de Junho.

 
ZEOCEL PRESENTE NA FEIRA INFOAGRO EXHIBITION 2019
cover
05/20/2019

A Zeocel estará presente na mais importante feira espanhola de Agricultura Intensiva Almería INFOAGRO EXHIBITION 2019, onde o tema será ecologia e sustentabilidade, principais características dos nossos produtos. Gostaríamos de receber a vossa visita, pelo que disponibilizamos convites aos interessados. Para mais informação podem consultar www.infoagroexhibition.com

 
Zeólitas na agricultura - Encontro em Orsogna, Itália
cover
03/27/2019
Zeólitas na agricultura - para a fertilidade do solo, saúde e nutrição das plantas.
Encontro em Orsogna (CH), quinta-feira, 28 de março, às 18h

 

 
Zeogroup anuncia abertura de sua quarta empresa, a ZEOCEL ITÁLIA
cover
01/31/2019
Seguindo a nossa missão de desenvolver produtos e tecnologias baseados em zeólitas naturais e distribuí-los no mercado global,
criando uma conexão entre produtores e mercado, o Zeogroup tem o prazer de anunciar a abertura de sua quarta empresa, a ZEOCEL ITALIA.
Segue programa do evento. Sejam benvindos...
 
Extracto do Jornal Notícias de Aveiro
Zeogroup
01/28/2019

"Os melhores factos ambientais de 2018

Projeto Cabeço Santo

O Projeto Cabeço Santo continuou em 2018 a contribuir ativamente para a recuperação ecológica e paisagística de uma mancha florestal no concelho de Águeda, conseguindo aumentar a extensão da área à sua guarda. Este é um projeto único em Portugal, com uma área de intervenção de mais de 120 hectares.
Foram promovidas cerca de três dezenas ações de voluntariado. As iniciativas contaram com a participação de mais de 300 voluntários e mais de uma centena de visitantes. Durante o ano, dinamizaram-se uma dezena de ações de divulgação em diversos eventos nacionais e internacionais, assim como diversas iniciativas de carácter pedagógico e educativo em instituições de ensino da região. Durante os meses de agosto e setembro, a equipa técnica realizou diversas ações de vigilância noturna para detetar comportamentos de risco ou criminosos em zonas críticas. Foram plantadas milhares de árvores autóctones e cortadas, arrancadas e descascadas milhares de acácias.

Este ano trouxe também novos parceiros e apoios, nomeadamente as empresas INDASA S.A., Acail Gás Medicare, Zeocel e a associação Os Pioneiros, que apoiaram a plantação de milhares de árvores autóctones e os trabalhos de recuperação ecológica, juntando-se assim à Câmara Municipal de Águeda, Altri, Espaço Talassa, Petus, Critec e Associação Florestal do Baixo Vouga."

 
Artigo sobre zeólitas naturais na melhoria de solos e otimização de fertilizantes
Zeogroup
01/17/2019

As zeólitas apresentam-se de forma natural nas rochas de origem vulcânica, e são minerais do grupo aluminossilicatos hidratados compostos por: alumínio, sílica, hidrogénio e oxigénio organizados numa estrutura tetraédrica tridimensional altamente estável.

A estrutura destes elementos compõe cristais de zeólitas que possuem uma rede de micro poros conectados entre si, com diâmetros variando de 2,5 a 5,0 A0, dependendo do tipo de mineral de zeólita.

As zeólitas naturais agrupam-se em quantidades significativas que constituem depósitos, e são conhecidos cerca de 50 minerais dessa família, dentro dos quais temos os seguintes:

• Analcima
• Chabacita
• Estilbite
• Heulandite
• erionita
• Gismondita
• Faujasita
• Laumontite
• Mordenita
• Clinoptilolite
• Gonnardita
• Ferrierita
• Epistilbita
• Filipsita
• Naturalita

Mordenite e Clinoptilolite são os minerais zeolíticos mais conhecidos pelos seus usos e aplicações. Clinoptilolite, é uma Zeólita natural formada a partir de cinzas vulcânicas em lagos ou águas marinhas há milhões de anos. Clinoptilolite é o mais estudado e considerado mais útil e é conhecido como adsorvente de certos gases tóxicos, como sulfeto de hidrogénio e dióxido de enxofre.


Benefícios produzidos pelas zeólitas nos solos

• Melhora as suas propriedades físicas (estrutura, retenção de humidade, aeração, porosidade, densidade, ascensão capilar, etc.).
• Melhora as suas propriedades químicas (pH, nitrogénio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e micronutrientes), aumentando a sua capacidade de troca catiónica.
• Diminui o teor de sódio no solo, que pode ser tóxico para as plantas.
• Facilita maior estabilidade do conteúdo de matéria orgânica do solo e não permite a perda de matéria orgânica por mineralização.
• Aumenta a retenção de nutrientes, o que permite reduzir até 50% a aplicação de fertilizantes minerais tradicionalmente aplicados.
• Aumenta a retenção de humidade reduzindo as doses de irrigação em mais de 15%.
• Melhora consideravelmente o nivelamento do terreno, devido à melhoria da sua estrutura.
• A aplicação de zeólita no solo reduz significativamente a quantidade de água e o custo em fertilizantes, através da retenção de nutrientes na zona radicular.
• As zeólitas formam um depósito permanente de água, garantindo um efeito de humidade prolongado, mesmo em períodos de secura.
• Controla a acidez do solo, aumentando o pH. Isto é devido à sua capacidade de alcalinização.
• Aumenta a resistência à compactação do solo.
• As condições físico-químicas dos solos arenosos melhoram com a aplicação da zeólita, pois aumenta a sua capacidade de retenção de humidade, e nos solos argilosos, melhora as condições físicas, evitando a sua compactação e melhorando a capacidade de penetração da água.
• Aumenta o aproveitamento dos fertilizantes químicos, pesticidas e outros produtos aplicados no solo, pois os incorpora na sua massa porosa e os libera pouco a pouco.
• Melhora a nitrificação no solo. Ao fornecer uma superfície ideal para a adesão de bactérias nitrificantes, ajuda a aumentar a nitrificação. Pela mesma razão, a população de bactérias do solo que atacam fungos patogénicos aumenta.
• A estrutura porosa das zeólitas ajuda a manter o solo aerado. Uma única aplicação de zeólita oferece benefícios por um longo tempo devido à estabilidade e resistência desta substância
• Facilita boas relações entre nutrientes.
• Facilita a solubilização de fósforo (P) e assimilação de potássio (K).
Benefícios produzidos pelas zeólitas na produção de fertilizantes orgânicos, químicos e minerais orgânicos.
a) Na produção de fertilizantes orgânicos:
• Diminui os lixiviados, que muitas vezes na forma líquida, contaminam fontes de água doce.
• Controla 100% odores desagradáveis ​​no processo de compostagem.
• Aumenta a qualidade agrícola e comercial do composto.
• Diminui até 50% a perda de nutrientes devido à volatilização, que ocorre durante o processo de produção.
• Acelera o processo de decomposição de resíduos orgânicos e sua conversão antecipada em fertilizantes.
• Ter menos perda de nutrientes aumenta a qualidade biológica dos fertilizantes orgânicos.
b) Na produção de fertilizantes químicos e de órgãos minerais:
• As zeólitas atuam como fertilizantes de liberação lenta. Elas têm uma estrutura carregada negativamente que contém nutrientes como potássio e nitrogénio. Eles podem ser carregados com esses iões antes de serem usados ​​como meio de cultura para liberar mais tarde os nutrientes próximos ao sistema radicular, onde são necessários para o crescimento.
• Aumenta a eficiência do uso de fertilizantes químicos e órgãos minerais em mais de 50%.
• Não só pode atuar como um fertilizante de liberação lenta, diminuindo ou reduzindo os lixiviados (movimento dos nutrientes dissolvidos na água no solo), da zona radicular, mas também reduzindo a migração de nutrientes da zona radicular a águas profundas, eliminando a possibilidade de contaminação ambiental.
• Muitos dos fertilizantes usados ​​no campo da agricultura, por exemplo, o nitrato de amónio, têm baixa eficiência no uso de seus nutrientes e, em pouquíssimos casos, a eficiência é superior a 50% para a maioria das culturas. As adições de zeólita podem ajudar a aumentar a eficiência desses fertilizantes.

 

Avila Castellanos
Agricultor

 
Apresentação da nova unidade italiana: Zeocel Itália membro do Zeogroup.
cover
01/10/2019
 
 
Zeocel apoia o projeto Cabeço Santo desenvolvido pela associação Quercus, contribuindo para a plantação de árvores autóctones no Caramulo.
cover
12/04/2018

O Projeto Cabeço Santo recebeu uma prenda antecipada: a empresa Zeocel é a nova parceira do projeto.

A Zeocel Portugal destaca-se como referência no desenvolvimento técnico de produtos de zeolitas naturais, adequados para regular a fertilidade dos solos. A empresa sediada em Águeda vai apoiar as ações de plantação de árvores autóctones no Caramulo.

De forma a fazer cada vez mais a diferença na natureza e na sociedade, a Quercus convida o tecido empresarial da região a colaborar na valorização ambiental da região e apoiar iniciativas de promoção da sustentabilidade.

 
Zeocel Itália
cover
10/16/2018
Novo projeto, para atender com maior proximidade o mercado italiano… acompanhem-nos!
 
Publicação sobre a atratividade agrícola das Zeólitas
cover
09/12/2018

Foi publicado um artigo sobre a atratividade agrícola das Zeólitas:

"A atratividade agrícola das zeólitas

Entre as suas características destacam-se a sua capacidade para reter humidade e nutrientes, ajudar a dessalinização dos solos, e o seu potencial uso como fertilizante de ação lenta.

Segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018 às 8:30

Contra os maus odores. A zeólita tem-se ocupado, entre outras coisas, de mitigar os odores desagradáveis nos criadouros de animais, devido à sua particularidade de capturar o amónio presente nos seus excrementos.

Crédito: El Mercurio

Luis Muñoz G.

As Zeólitas são uma família de minerais de origem vulcânica e natural, que possuem propriedades e características extremamente atraentes para o negócio agrícola. Entre eles, destacam-se a sua capacidade de reter humidade e nutrientes, ajudar a dessalinizar o solo e o seu uso potencial como fertilizante de ação lenta. Tudo isso repercute na obtenção de maior eficiência nutricional e na redução dos custos de produção da exploração.

"A Zeólita é uma ferramenta especialmente importante em áreas onde a água é escassa, devido às suas propriedades de absorção e adsorção. De fato, é capaz de reter em torno de 30% ou 40% do seu peso em água, por isso otimiza o uso dos recursos hídricos ", diz Rodrigo Mundaca, engenheiro agrónomo e especialista em agricultura orgânica, que conhece as zeólitas desde o final da década de oitenta.

Rodrigo Mundaca:


“Na criação intensiva de porcos, por exemplo, um animal precisará de cinco meses para chegar a um porco com 90 quilos. No entanto, se a zeólita for administrada na sua dieta, o tempo diminuirá para três meses ”.


Mas isto não é tudo: se forem incorporados como material de enchimento em fertilizantes completos, as zeólitas podem reduzir a lixiviação de fertilizantes sintéticos a quase zero, isto é, eliminam quase completamente a contaminação das águas subterrâneas; e tornam as culturas muito mais eficientes na assimilação e conversão de nutrientes.

Da mesma forma, têm sido utilizados com sucesso para mitigar a emissão de maus odores, especialmente em criadouros intensivos, pois possuem a particularidade de capturar o amónio presente nos excrementos de animais, desodorizando um local específico.

Da mesma forma, as zeólitas têm sido utilizadas nas dietas dos animais, graças à sua capacidade de capturar micotoxinas e melhorar a conversão produtiva. "Na criação intensiva de porcos, por exemplo, um animal precisará de cinco meses para atingir o leitão - 90 quilos -. No entanto, se a zeólita for administrada na sua dieta, o tempo diminuirá para três meses, porque ele tem uma conversão melhor e retém as micotoxinas, tornando os suplementos alimentares muito mais eficientes ", explica Rodrigo Mundaca.

De fato, no mundo, a zeólita é amplamente conhecida e usada na agricultura. Em Cuba, por exemplo, chegamos ao que é conhecido como culturas zeopónicas, onde o mineral é usado como substrato.

No Chile, no entanto, a realidade é completamente diferente. Embora o país seja um lugar favorável para encontrar este mineral - especialmente no Cordón de Frellones - o conhecimento sobre o seu uso e utilidade é limitado, o que levou ao fato de que, atualmente, não há produto comercial para uso agrícola, com base na zeólita. "O mais próximo disso é um produto que foi utilizado para mitigar a emissão de maus odores nas camas dos gatos", diz Rodrigo Mundaca, que em 2005 já fez um trabalho com esse mineral, utilizando-o para melhorar as propriedades físicas do solo destinado à produção de abacates orgânicos na província de Petorca, na região de Valparaíso.

A experiência

Em 2012, a Sociedade de insumos orgânicos (SIO), onde Rodrigo Mundaca é chefe técnico, apresentou um perfil de projeto para a Fundação para a Inovação Agrária (FIA), onde a intenção era incorporar zeólitas em sistemas de compostagem sob a premissa de três cenários: aceleração dos processos de degradação da matéria orgânica; redução e eliminação da microbiologia nociva dos fertilizantes derivados de processos de compostagem; e entrega de húmus nutricionalmente melhorado, a partir da alta troca catiónica que o mineral apresenta e sua capacidade de capturar certos componentes importantes para a produção agrícola, como nitrogénio, potássio, fósforo e cálcio, entre outros.

A experiência, que foi monitorada em grande parte por Juan Carlos Galaz, engenheiro agrónomo da FIA, era montar um delineamento em blocos ao acaso por dois anos, onde trabalhou com quatro tratamentos: um sub zero de chamada (controlo sem zeólita) e três com misturas variáveis de zeólitas. A primeira inclui 400 kg de zeólita por pilha, o segundo e o terceiro 800 kg e 1600 kg. Note-se que neste período todos os tratamentos permaneceram constantemente numa dose de guano (1,2 toneladas) e azoto (1,2 toneladas) e que cada um inclui três repetições.

O resultado dos quatro tratamentos foi, segundo o especialista, excelente: "Todas as hipóteses que sustentaram a investigação foram cumpridas".

Rodrigo Mundaca:
"A zeólita é uma ferramenta especialmente importante em áreas onde a água é escassa, devido às suas propriedades de absorção e adsorção. Na verdade, é capaz de reter cerca de 30% ou 40% do seu peso em água, por isso otimiza o uso de recursos hídricos ".


Em concreto, os processos de degradação da matéria orgânica estabilizaram aos 96 dias e obteve-se um produto final livre de microbiologia nociva e enriquecido nutricionalmente.

Isso, na prática, significa um húmus com um pH ligeiramente ácido, quase neutro (6,5-7); nenhum problema de salinidade, abaixo de 5 milímetros; e com uma relação média de carbono-nitrogénio de 17-18 partes de carbono para um de nitrogénio. A isto acrescenta-se que as baterias que receberam o mineral receberam menos irrigação do que as que não o receberam.

O futuro e os custos

Com o fim do projeto, é hora de fazer determinações. No caso de Rodrigo Mundaca e a sua equipa, a intenção é transformar essa experiência na produção de adubo orgânico enriquecido com zeólita, que terá como principais destinatários os pequenos e médios produtores de árvores frutíferas com folhas resistentes, principalmente abacate e cítricos, na região de Valparaíso. "A ideia é começar com isso, mas numa segunda etapa pretendemos trazer os benefícios das zeólitas para todo o Chile", diz ele.

Como o uso de zeólitas influencia os custos dos produtores? Embora os números não possam ser dados, Rodrigo Mundaca explica que os custos de incorporação em sistemas de compostagem por quilo de produto acabado são bastante marginais para os produtores. "O mesmo acontece se você quiser incorporar esse mineral em estratégias para melhorar a retenção de humidade, tornar os regimes de água mais eficientes ou reduzir a zero a lixiviação causada pela aplicação de fertilizantes sintéticos nitrogenados", diz ele."

 
ZEOCEL presente no dia aberto da DRAP Centro sobre a cultura do arroz no Baixo Mondego
cover
09/05/2018
A ZEOCEL apoia o Dia Aberto da DRAP Centro sobre a cultura do arroz no Baixo Mondego. Foi aplicado CELTONITA no campo de ensaio.
 
Zeocel presente no evento ZEOLITE 2018
inza
06/13/2018
A ZEOCEL em conjunto com os demais elementos do ZEOGROUP estarão novamente presentes como participantes, autores, apresentadores e expositores no mais prestigiado acontecimento mundial sobre zeolitas naturais que acontece a cada 4 anos, desta vez na Polónia, promovido pelo INZA (International Natural Zeolite Association), o ZEOLITE 2018, que se irá realizar entre os dias 24 a 29 de Junho. Mais uma vez nos assumimos como um dos maiores players mundiais nesta área e vamos apresentar novos produtos desenvolvidos pelo ZEOGROUP nos últimos 4 anos e que estão agora disponíveis no mercado. Estes produtos são fabricados a partir de zeolitas naturais e têm aplicação nas áreas de agricultura, tratamento de água e indústria, num total de 5 trabalhos que serão apresentados ao longo do evento.
 
Novo produto - Celgarden
cover
03/06/2018
Trata-se de uma Zeolite Natural modificada, à semelhança do conhecido CELTONITA cujos bons resultados são já conhecidos em 14 países utilizado em agricultura de precisão de alto rendimento, porém direcionado para o mercado doméstico, rural ou urbano de pequena escala. Tem particularidades como linha de apoio ao cliente e código QR onde de imediato se obtém a informação técnica detalhada e instruções de aplicação. Compatível com modo de produção biológico, é indicado para quem quer ter a sua própria produção de qualidade.
 
ZEOCEL: o futuro da agricultura é agora
cover
02/06/2018

Entrevista à ZEOCEL na prestigiada plataforma Marketing Agrícola

http://marketingagricola.pt/zeocel-o-futuro-da-agricultura-e-agora/

 
Aplicação de Celtonita na cultura de arroz no Baixo Mondego
cover
01/31/2018

A Zeocel efetuou um estudo com o intuito de verificar a eficiência da aplicação de celtonita na cultura do Arroz. O ensaio de campo foi realizado na zona do Baixo Mondego.

Objetivos

– Avaliar o comportamento agronómico e a produção obtida
– Avaliar o efeito da aplicação de Celtonita na cultura do arroz

Conclusões

Em termos de produtividade obtida à colheita, na modalidade com CELTONITA, obteve-se um incremento de cerca de 20 a 25% em relação à modalidade sem CELTONITA.
Verificou-se que a modalidade com CELTONITA apresentou resultados mais satisfatórios relativamente à qualidade do arroz, no sentido em que minimizou a incidência da Piriculária.
No caso do comprimento da panícula e dos parâmetros tecnológicos (desempenho industrial e biometria), verificou-se um efeito muito positivo resultante da aplicação de CELTONITA.

No início do ciclo vegetativo da cultura, a modalidade com CELTONITA apresentava uma melhor coloração, um crescimento muito homogéneo, uma textura muito consistente e um bom desenvolvimento radicular, melhor do que na modalidade sem CELTONITA.

Verificou-se também que com aplicação de CELTONITA a cultura germinou mais cedorelativamente à modalidade com aplicação apenas do adubo químico. Em termos de comprimento da panícula, nº de panículas/m2 e comprimento da planta, os resultados com aplicação de CELTONITA foram mais satisfatórios, pois a altura da planta apresentava mais 20 cm em relação à modalidade sem CELTONITA.

 
Visita ao Ensaio MaisMilho onde a Zeocel participou com o seu novo produto CELFÓS
09/12/2017
Visita ao Ensaio MaisMilho onde a Zeocel participou com o seu novo produto CELFÓS, vocacionado para este tipo de cultura. Os resultados foram excelentes, e realçamos o primeiro lugar no parâmetro de produção. Em breve serão disponibilizadas mais informações.
 
milho2
milho3
milho4
milho5
milho6
ZEOGROUP PRESENTE NA AGROEXPO COLÔMBIA 2017
agroexpo
07/21/2017
ZEOGROUP presente na AGROEXPO Colômbia 2017, feira mais importante de agricultura do país.

 

 
ZEOGROUP anuncia ferramenta de dimensionamento para tratamento de água
ferramenta
06/14/2017

O ZEOGROUP anuncia a inauguração oficial da ferramenta de dimensionamento para tratamento de água (popularmente conhecida como app) e que está disponível para uso interno (durante 1 semana) e, a partir do dia 20/06/2017, irá ser disponibilizada aos clientes.

 

 
ZEOCEL forneceu o produto CELTONITA para o Estádio de Alvalade
Est
06/02/2017

A ZEOCEL forneceu o produto CELTONITA para o Estádio de Alvalade, Sporting Clube de Portugal.

Breve descrição
Zeolita do tipo clinoptilolita, pré-tratada, modificada, enriquecida em macro e micronutrientes, que apresenta uma alta CTC - capacidade de troca catiónica, dando às plantas os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento ideais. É um produto ecológico.

Aplicação
Produto destinado a proporcionar um desenvolvimento equilibrado para a cultura, incrementando a produtividade e reduzindo a utilização de fertilizantes químicos e consequentemente a acidificação do solo.

Benefícios
Por fornecer nutrientes de forma gradual às plantas, melhorar a estrutura física dos solos, prevenir perdas de nutrientes por lixiviação ou volatização, e impedir a contaminação dos lençóis freáticos, é compatível com os métodos de produção ecológicos.

 
ZEOCEL forneceu o produto CELGREEN para o Estádio do Dragão
Est
06/02/2017

A ZEOCEL forneceu o produto CELGREEN para o Estádio do Dragão, F. C. Porto, produto desenvolvido para relvados desportivos ou relvados em geral...

Breve descrição 
Zeolita do tipo clinoptilolita com capacidade de potencializar a ação dos nutrientes que constituem os fertilizantes químicos e orgânicos, regulador de fertilidade e condicionador de solo. Retém água e ar, impede as perdas dos nutrientes por lixiviação ou volatização. É um produto biológico.

Aplicação 
Produto utilizado para relvados que necessitem de estar sempre verdes com a textura adequada à sua utilização, e são constantemente irrigados.

Benefícios
Melhora o desenvolvimento das raízes. Intensifica a cor verde. Aumenta a resistência ao pisoteio e a capacidade de regeneração, e acelera o processo de criação. Melhora os parâmetros físicos (retenção de humidade, aeração, porosidade) e físico-químicos do solo (pH, nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e micronutrientes).
Melhora significativamente o nivelamento do terreno. É um produto não tóxico para seres humanos e animais. Não provoca queimaduras no campo.

 
ARTIGO CIENTÍFICO ACERCA DO NOSSO PRODUTO BIOCEL NA PRESTIGIADA PLATAFORMA MARKETING AGRÍCOLA
456
05/16/2017
Artigo científico acerca do nosso produto BIOCEL na prestigiada plataforma Marketing Agrícola
http://marketingagricola.pt/melhorar-a-fertilidade-do-solo…/

 

 
Zeocel presente na Feira ALMERIA INFOAGRO EXHIBITION 2017
04/28/2017
A Zeocel estará presente na mais importante feira espanhola de Agricultura Intensiva Almería INFOAGRO EXHIBITION 2017, onde o tema será ecologia e sustentabilidade, principais características dos nossos produtos. Gostaríamos de receber a vossa visita, pelo que disponibilizamos convites aos interessados. Para mais informação podem consultar www.infoagroexhibition.com
 
Celtonita: No caminho da fertilização biológica
04/21/2017

Artigo técnico acerca do nosso produto Celtonita em 

http://marketingagricola.pt/celtonita-no-caminho-da-fertilizacao-biologica/

 

 
Zeocel presente na Feira ExpoAgraya'17
Zeogroup
04/18/2017
A ZEOCEL estará presente na Feira ExpoAgraya'17 promovida pela Associação de Estudantes da Escola Superior Agrária de Coimbra, à semelhança das edições anteriores, que se vai realizar nos próximos dias 21,22 e 23 de Abril de 2017. 
A feira realizar-se-á no Picadeiro da ESAC, e consiste na exposição/comercialização de produtos, técnicas de produção inovadoras, apresentação de novos produtos e novas empresas de ex-alunos da ESAC, entre outros relacionados com a temática. 
Paralelamente a este evento, decorrerá no exterior do picadeiro (local onde se realizará a feira) a Feira de Santo Isidro, padroeiro dos lavradores, e tal como nas edições anteriores, irá ter um espaço dedicado à agricultura, equipamentos e maquinaria agrícolas, comércio, artesanato, gastronomia, e ainda um espaço de divulgação das várias ofertas pedagógicas e serviços da ESAC para a comunidade.
 
Zeocel presente no SIAM - Salão Internacional de Agricultura de Marrocos
ZEOCEL PRESENTE NO SIAM - SAL
04/13/2017
A Zeocel participará no prestigiado SIAM - Salão Internacional de Agricultura de Marrocos - Participação com o AICEP com stand informativo na 12ª edição de 18 a 23 de Abril em Meknés. O SIAM é sem dúvida o principal evento realizado no Magrebe para os profissionais do sector agrícola, agroalimentar e atividades conexas (equipamentos, produtos, consultoria, etc.). Os números de registos em 2016 evidenciam este facto: mais de 1 milhão de visitantes; 63 países participantes; 1220 expositores; 172.000 m2 área; e realização de 32 Conferências.
O tema da edição deste ano será: “Agronegócio e Cadeias de Valores Agrícolas Duráveis”.
 
ZEOCEL vai fazer este ano alguns ha de arroz com Fertcel/Celtonita
Zeogroup
03/20/2017

Após vários testes a ZEOCEL vai fazer este ano alguns ha de arroz com FERTCEL/CELTONITA.

Saiba mais no link em baixo:
http://agriculturaemar.com/brasil-desenvolve-variedades-resistentes-principal-praga-do-arroz-na-asia/

Celtonita, Fertcel e Forcel aplicados em culturas baby leaf para o mercado europeu
Celtonita, Fertcel e Forcel aplicados em culturas baby leaf para o mercado europeu
03/20/2017

Celtonita, Fertcel e Forcel aplicados em culturas baby leaf para o mercado europeu.

image1
image 2
image3
Apresentação dos nossos Produtos “Celtonita, Ecocel e Forcel”
Apresenta
03/20/2017

Apresentação dos nossos Produtos “Celtonita, Ecocel e Forcel” (Fertilizante foliar). Agradecemos aos participantes que disponibilizaram o seu tempo para ouvir os nossos técnicos.

image1
image2
image3
image4
image5
image6
Zeocel na Capital da Laranja em Silves
Zeocel na Capital da Laranja em Silves
03/20/2017

Zeocel na Capital da Laranja em Silves.

image1
image2
Elvas recebe colóquio A Competitividade do Amendoal e do Olival, a 21 de Fevereiro
Zeogroup
03/20/2017

O Auditório do INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, em Elvas, recebe no dia 21 de Fevereiro, o Colóquio “A Competitividade do Amendoal e do Olival”. O evento é organizado pela Alentejanices com Tomate – Agrupamento de Produtores de Tomate do Alentejo, a Azeitonices – Agrupamento de Produtores de Azeite e a Cersul – Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul, em colaboração com a Consulai e a Todolivo.

Zeocel Portugal, em parceria com a Todolivo, fornece Celtonita para 3.000 ha de novas plantações de Olivais na Tunísia.
Zeogroup
03/20/2017

Zeocel Portugal, em parceria com a Todolivo, fornece Celtonita para 3.000 ha de novas plantações de Olivais na Tunísia.

 

 

 

 

Zeocel Portugal em parceria com a Todolivo vai fornecer Celtonita para mais 2.000 ha em Marrocos.
Zeogroup
03/20/2017

Zeocel Portugal em parceria com a Todolivo vai fornecer Celtonita para mais 2.000 ha em Marrocos.

Veja mais no link em baixo:
http://todolivo.info/pt-pt/fincas/propriedade-oterroir/